Um Arranha Céus Sustentável com Ventilação Natural

  • 18/01/2013

torre-sustentavel-01[1]

Com conclusão da construção prevista para 2015, a Torre PNC Plaza, em Pittsburgh, nos EUA, vai ser um símbolo de sustentabilidade em edifícios de grande porte, utilizando tecnologias construtivas inovadoras que permitem um controle ambiental interior de elevada eficiência energética. Uma das características distintivas deste edifício, será o revolucionário sistema de ventilação passiva, utilizando elementos móveis nas fachadas.

Com 33 pisos, 170 m de altura e uma área bruta de aproximadamente 800 mil metros quadrados, este enorme edifício vai ser a sede de uma das maiores e mais antigas instituições financeiras do mundo, o Grupo PNC.

A Torre PNC Plaza foi orientada de forma a maximizar a exposição solar e a sua fachada parcialmente automatizada, disposta em dupla camada permite a ventilação natural da totalidade do edifício. De forma a que o ar exterior circule em toda a altura do edifício, através do espaço existente entre as duas camadas da fachada, existem pequenas janelas de abertura regulável, por onde onde o ar fresco exterior penetra. O ar quente resultante do fluxo ventilatório é expelido pela cobertura.

O número de ocupantes em cada compartimento do edifício é monitorizado em permanência, de forma a ajustar seletivamente o volume e intensidade da refrigeração ou aquecimento, o que permite uma redução significativa dos gastos de energia.
O edifício contará também com sistemas de armazenamento de água da chuva, reutilização da água e sistemas de retenção.

A estrutura da Torre PNC Plaza foi projetada pelo gabinete Buro Happold e está a ser construída pela construtora P.J. Dick. O projeto de arquitetura é da responsabilidade da Gensler e o projeto ambiental e de sustentabilidade foi entregue à consultora Paladino & Company.

A construção dará emprego a mais de 2500 pessoas e no pico da atividade, cerca de 500 operários trabalharão em simultâneo.

O custo de construção rondará os 240 milhões de dólares.

Fonte: engenhariacivil.com

Comments are closed.